Gerson Diesel Blog

TI, tecnologia e outras coisas mais…

Dia-a-dia com o Palm

Trocando uma experiência com o Vladimir Campos (http://www.vladimircampos.com) sobre a utilização do Palm no dia-a-dia, surgiu a idéia de publicar este post, contando como eu utilizo o Palm.

Sou usuário de Palm a aproximadamente 1 ano. Nunca consegui utilizar uma agenda de papel, tentei diversas vezes mas não consegui. Comprei um Palm TX com o objetivo de me auxiliar no agendamento de tarefas e reuniões, basicamente como uma agenda eletrônica, mas depois que descobri o seu potencial, e apaixonado por tecnologia, só falta eu “fritar” ele pra ver qual é o gosto, heheh.

A utilização principal que faço dele é na empresa, como meu netbook, mas tenho aplicativos instalados para ser o parceiro para toda e qualquer hora.

Vou descrever um resumo de como eu o utilizo no dia-a-dia:

  • Pela manhã baixo os meus e-mails do Gmail via WiFi (sem precisar de computador), para ler durante o trajeto de casa para o trabalho (vou com transporte próprio que a empresa disponibiza – ônibus). A maioria prefere dormir durante a viagem, eu vou lendo os e-mails e ouvindo podcasts.
  • Na empresa sincronizo ele com o programa de workgroup (ferramenta corporativa): e-mail, agenda, tarefas, reuniões, etc… Programei também o Pocket Tunes para baixar atualizações de PodCasts. Deixo-o lado-a-lado do meu desktop
  • Atualizo o meu “jornal diário” no Plucker (publiquei um artigo sobre o assunto)
  • Volto pra casa lendo o meu “jornal diário” no plucker e ouvindo podcasts
  • Nas horas de lazer jogo um Poker online com o Palm, conectado na Internet via WiFi.

Vamos à minha experiência com digitação:

Não me acostumei com o Graffiti, muito menos com o teclado alfanumérico para digitar textos rápidos, principalmente em reuniões. Para isto, utilizo um teclado “thumb powered”, ou seja, um teclado onde é possível eu digitar com os polegares. Para isto eu utilizo o programa Mini-Kbd, que provê um teclado grande e digitável com os polegares. Eu posiciono o teclado na horizontal e digito como se estivesse segurando um JoyPad de videogame. Fica muito prático e rápido. Recentemente adquiri um teclado IR, e aí sim as anotações das reuniões ficam muito mais rápidas. Além do Mini-Kbd, utilizo o MyKbd, que melhora em muito o teclado alfanumérico padrão do PalmOS, oferecendo muito mais funções e muito mais fácil de digitar.

  • Para navegar nos arquivos utilizo o RescoExplorer
  • Para visualizar imagens, o RescoViewer;
  • Para backup, utilizo o RescoBackup+, que faz backup inclusive em servidor FTP via WiFi.
  • RoadLingua como dicionário multilingue
  • PowerDigi para calibrar a tela.
  • PowerSDHC para ler cartões SDHC > 4gb
  • Versamail para e-mails do Gmail e da empresa
  • Audio Gateway para ouvir música e podcasts no meu fone de ouvido bluetooth Motorola S9
  • HANDS, para guia de restaurantes, cinema, teatro e outras coisas culturais
  • CorePlayer, como player de mídia e navegador no YouTube
  • Documents TO GO, para visualizar arquivos e como ótimo leitor de PDF
  • EzRemote, como cliente de Terminal Services
  • GoogleMaps
  • Keyring, como chaveiro
  • IM+ for Skype. Estabelece ligação entre dois telefones utilizando a rede do Skype.
  • Mergic Ping, para testar conectividade
  • mVNC para controlar o micro remotamente via VNC
  • munduIM, como comunicador com MSN, ICQ e etc…
  • Power48, um emulador de HP48 GX/SX
  • SyncML, para sincronizar com o ZYB
  • TN3270, um terminal para acessar o mainframe da empresa
  • SNAP, para tirar “screenshots” da tela

… e alguns jogos para diversão.

Quanto ao Documents To Go, não tenho o costume de utilizá-lo, a não ser para leitura de documentos, tutoriais, e documentos PDF, mas nas poucas vezes que o utilizei, não encontrei dificuldades para criar documentos e planilhas, inclusive gráficos. As notas de reunião eu digito como “anexo” do agendamento, utilizando o ícone amarelo. Sou da filosofia KISS (Keep It Simple Stupid!), e procuro deixar o texto o mais simples possível, digitado em texto plano, com poucas formatações, mas com a informação necessária.

Também não posso dizer que sou do tipo “usuário comum”, pois sou usuário de Linux há aproximandamente 11 anos (5 como desktop definitivo). Minha monografia de graduação eu fiz no BROffice. Mesmo no ambiente corporativo, onde o desktop padrão é Windows XP, eu utilizo Linux, e deixo uma máquina virtual XP para o sincronismo com o workgroup da empresa e testes de aplicações.

Também sou programador, e já me arrisquei a fazer uns Hello Worlds para o Palm em SuperWaba e PODS.

Tenho vários programas para as diversas finalidades, e estou sempre à procura de softwares novos para ele. Até agora não me encantei com nenhuma plataforma nova de PDA’s e Smartphones. Adoro a telona do TX e a diversidade de programas.

Basicamente, é isso.

Compartilhe:

12 thoughts on “Dia-a-dia com o Palm

  • Opa Gerson,

    Ótima descrição dos aplicativos. Meu último PalmOS foi um TX e eu adorava. Infelizmente ele morreu após tomar um banho na praia (sim eu o levava para ler e-mails e e-livros na praia) :-(

    Ele estava bem integrado ao meu Linux via Jpilot. Eu lembro que tinha até um editor de texto com suporte a ODT… mas como você eu preferia o minimalismo tecnológico do texto puro… nas vezes que desejava algum documento mais formatado eu usava o ótimo txt2tags[google encontra] (desktop) para converter meus textos puros em outros formatos.

    Atualmente tenho usado um NOKIA E65… mas meu próximo dispostivo de produtividade será um Andróid. Infelizmente o custo benefício do Android e sua opção tecnológica por ser open source fez a Palm (e mesmo seu novo sistema operacional) ficarem obsoletos :-(

    abs

    • Gerson Diesel disse:

      Olá Sérgio. Se eu começar a levar o Palm para a beira da praia, minha mulher me interna, mas já pensei em fazer várias vezes!

      Antes de eu sincronizar o Palm TX com a ferramenta corporativa da empresa, eu também sincronizava com o jPilot, prático e simples.

      Também estou de olho no Android, mas só vou adquirir um quando tiver certeza de que ele consegue sincronizar com a ferramenta colaborativa da empresa. Aliás, parece que por enquanto, nem com ferramentas de Desktop ele sincroniza. Segundo artigos que li, ele só sincroniza com o GMail, GoogleCalendar e outras ferramentas web do Google. Ou seja, é obrigatório ter um pacote de dados, coisa que eu não quero. Pode ser que eu esteja desatualizado, mas é o que eu sei por enquanto. Espero também que o Android tenha tantos aplicativos quanto o PalmOS tem.

      Forte abraço!

  • Fabricio disse:

    Prezado Gerson,

    muito bom o seu Post. Fiquei sabendo de várias facilidades que podem ser obtidas com o TX agora. Gostaria de obter mais uma informação. Você mencionou que utiliza do IM+ for Skype. Eu fiz uns testes com ele para comunicação entre Skype do palm e Skype de PCs. Percebi que essa comunicação não pode ser feita gratuitamente como no Skype-Skype para PCS. Daí queria saber a sua opinião sobre o serviço. É necessário ter uma conta SkypeOut, certo? Como ficam os preços? É mais em conta do que celular? Não é muito caro?

    Att,

    Fabrício.

    • Gerson Diesel disse:

      Olá Fabrício!

      No IM+ for Skype para PalmOS, o serviço gratuito do Skype permite somente comunicação via texto (chat), pois o IM+ for Skype no PalmOS NÃO POSSUI serviço de VOIP através do Palm, por restrições de hardware do dispositivo (desempenho do processador).

      O que ele faz, portanto, para falar por voz é estabelecer uma conexão telefônica entre dois números telefônicos distintos. Para isto, é necessário ter o serviço SkypeOut.

      Ex.: Quando eu quero falar com um dos contatos, eu informo o telefone do contato e o MEU telefone celular (ou de casa), então o Skype estabelece uma ligação telefônica entre estes dois números. O meu celular toca, eu atendo, e ele faz a chamado para o outro número. É uma ligação telefônica, mas utilizando a rede VOIP do Skype. Na tela do Palm continua mostrando o andamento da ligação. Para quem tem Smartphone, fica mais transparente, pois parece que estamos “falando” através do próprio IM+, por ser no mesmo aparelho.

      O revés é que você paga DUAS ligações Skype: Uma para o seu telefone, e outra para o seu contato. Para ligações de longa distância ainda vale a pena.

      Espero ter ajudado. Abraços

  • […] completo relatando sua utilização diária do Palm TX. Tão completo que virou um post no Blog […]

  • Paulo Brito da Silva disse:

    Gerson, boa noite.
    Gostei das suas dicas.Finalmente consegui sincronizar o meu palm tx no Ubuntu com o J-Pilot. Mas, não consigo fazer muita coisa com ele. Como saber mais, fora do Manual, que considero uma porcaria? Por exemplo, não consigo salvar nada no cartão de memoria. Aliás, só consegui instalar um jogo no palm.
    Você pode ajudar-me?

    • Gerson Diesel disse:

      Olá Paulo.

      Realmente o manual não serve para muita coisa. Nem li o manual do meu.

      Existem várias formas de salvar arquivos no cartão:

      1. Retirar o cartão do Palm e colocar no PC utilizando um adaptador;

      2. Utilizar o programa CardReader (ou semelhante) no Palm quer permite acessar o cartão como se fosse um pendrive;

      3. Se você utiliza o gnome, podes instalar o gnome-pilot e gnome-pilot-conduits. Ele é um applet para a barra do gnome, que permite instalar programas .prc e .pdb arrastando arquivos e após sincronizando. Permite sincronizar por cabo ou rede sem fio.

      4. Utilizando o aplicativo pilot-xfer na linha de comando. Este aplicativo instala programas tanto na memória quando no cartão:

      Sincronizar pelo cabo
      #pilot-xfer -p /dev/pilot -i arquivo.prc

      Sincronizar pela rede
      #pilot-xfer -p net:any -i arquivo.prc

      Salvar arquivo no cartão
      #pilot-xfer -p /dev/pilot -i arquivo -D pasta no cartão

      Exemplo:
      #pilot-xfer -p /dev/pilot -i Manual.pdf -D /Documentos

      Aconselho também a utilizar um navegador de arquivos para ver os arquivos do palm, tanto na memória interna quando no cartão. Recomendados:

      *Filez – gratuito
      *Resco Explorer – pago, mas muito bom. Vale a pena testar.

      Escreva se quiseres mais dicas.

      Um abraço.

  • […] e-mail bastante completo relatando sua utilização diária do Palm TX. Tão completo que virou um post no Blog […]

  • Héron Moura disse:

    Olá Gerson Diesel.

    Primeiramente, parabéns pelo belo e completo post sobre o PALM TX, possuo um há mais ou menos 3 anos, porém por exigências do trabalho utilizo Nextel, e telefone corporativo da empresa, e claro meu TX ficou um tanto abandonado. Bom, Gerson, você citou programas que podem ser instalados para facilitar a vida de uso do TX, porém não consigo achar mais site nenhum que possa baixá-los. Você conhece alguma fonte ou então até disponibilizar cópias dos seus programas para eu possa instala-los no meu bom e velho PALM ? Fico agradecido desde já pela atenção prestada. Grande abraço.

  • Augusto Santana disse:

    Olá Gerson,

    Bacana seu post. Até hoje ainda possuo 3 palm´s (Pilot III, Tx e Lifedrive) que também andam encostados, porém, estou com um projeto para dar nova vidas a eles, já encontrei várias pessoas na net com essa mesma vontade de reutilizar seus aparelhos. Foram muito úteis por vários anos.

    Se puder, disponibilize os softwares que você ainda possui!
    Abs.

  • Roberval Pinheiro disse:

    Olá amantes do Palm T|X e assemelhados,
    Estou com dificuldades em instalar o aplicativo do teclado infrared/wifi, justamente por que não consigo sincronia com o PC. Trabalho com máquinas que tem OS Windows 7, 8 e XP. Nenhuma delas consegue enxergar o Palm.
    O cartão de memória tb não pode ser acessado.
    Estou praticamente sem comunicação e sem possibilidades de uso de suas funcionalidades, pois a comunicação está impossibilitada com qualquer meio de diálogo entre hard e soft.
    Alguém pode me ajudar?
    Grato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>